sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Parabéns, Vovó

Num passado próximo, um marco luminoso na história da “educação brasileira” se fez vida. Era o 23 de setembro de 1909, dia em que se evidenciou o insigne acontecimento. Fazendo um retrospecto desse existir, na sua evolução natural: nascer, crescer, és hoje cronologicamente Vovó, o sentimo-nos honrados de pertencer a tal estirpe, que sob tão dignificante custódia floresce à luz de nobre ideais.
Ao contrário das avós comuns, vens renovando a cada passo e em todas essas mudanças, frutificam as glórias dos teus descendentes.
Portanto, aqui estamos galhardamente vestidos para homenagear e oferecer todo nosso carinho a quem, soberanamente, na triunfante existência e na distância dos anos percorridos, chega incólume aos embates da vida.
Desejamos-te a imortalidade e que as gerações que nos sucederem possam encontrar-te sempre erguida; o bastão – arrimo dos velhos, não te sirva de amparo na solene caminhada, mas abra horizontes àqueles que obscuridade não vislumbrem o mundo novo que traduz tua essência. Que a tua ancianidade possa transmitir a nós, herdeiros afins, a sabedoria e potencialidades que vivenciastes, numa profissão de fé no futuro desse país que te serviu de berço, pois o teu criador não te concebeu do “gene” comum, mas da chama vivificadora que etemifica os grandes ideais.
Dia de recordações!... e não poderemos omitir um culto de saudade àqueles filhos que já se foram. Aqueles que, superando as asperezas dos obstáculos e desenganos, preparam caminho para nós, numa somação de esforços, gerando do nada o que hoje é realização, possibilitando-nos dilatar os horizontes profissionais e concretizarmos a sublimidade das nossas aspirações. Para eles, rosas em forma de gratidão e reconhecimento.
Por tudo e apesar de tudo, estamos alegres Vovó, e nesta data magna, quando completas, 75 anos, no cenário redivivo das recordações contemplamos a magnitude do teu despertar e curvamo-nos ante a grandiosidade do teu futuro.

______________
Josefina Cardoso Braz, em 23 de setembro de 1984 - aniversário de 75 anos da Escola Técnica Federal de Sergipe. Publicado no jornal ETFS – Edição Especial dos 75 anos de criação do Ensino Industrial.