quarta-feira, 4 de julho de 2012

INSTANTE I

Anselmo Oliveira

A fotografia digital registrou o momento
Suspenso no ar o passo da aranha
Entre um fio e outro de sua teia

Não se tem o ar de espanto,
A perplexidade
Nem a ansiedade do pequeno inseto.

Não se tem notícia do que poderia pensar
Naquele instante:
O que gostaria de dizer?
O que gostaria de ouvir?
O que gostaria de calar?

Que trilha sonora poderíamos ter neste flash?
Como num intervalo musical
Um Dó também ficou suspenso
Na batuta invisível do Mestre da vida.

08.06.2006