sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

MEU MENINO

Anderson Fabiano - aniversariante homenageado
pela madrinha Lígia Pina, com poesia e pavê.


Lígia Pina


Meu menino lindo
loiro e belo, é o meu sol...
O menino a quem mimei
que nos braços, amorosamente
               embalei.
Meu menino que me deleitava
com suas palavras truncadas:
-“Didiita, home ancando””...
Meu menino, meu neto, meu aluno
que estudava por dever:
-Meu filho você gosta de estudar?
“-Eu, dindinha? Eu gosto é de brincar
Mas, se é preciso estudar...” vamos lá.
Meu menino inocente...
“-Dindinha que castelo medieval
é aquele que se avista
do caminho para a Universidade?”
-Ah! meu menino, não é um castelo
             é o inferno
onde os que erram vão pagar os crimes.
É a Penitenciária, meu filho...
Ah! meu menino metamorfoseou-se...
É um homem alto, sério, inteligente, afetuoso.
Mas, continua sendo meu menino
que nos braços embalei,
cujas lágrimas enxuguei
com todo meu amor.


Bilhete

Atenção para o pavê:
Não é só para comer.
É feito, especialmente para você
Relembrar os tempos de menino,
Sempre querendo um docinho mais...
O maior pedaço, o maior quinhão
No prato e no coração.
Sua madrinha

Lígia