10-Ítala Silva

Ítala Silva de Oliveira -1897-1984
A Dra.Ítala Silva de Oliveira, nasceu em 18 de outubro de 1897 em Aracaju, filha de Silvano Auto de Oliveira e Marcionila Silva de Oliveira. Desde jovem publicava artigos nos jornais sergipanos, o “Diário da Manhã” e o “Correio de Aracaju” sempre defendendo a instrução pública e a participação da sociedade na luta contra o analfabetismo. Foi a primeira secretária e a primeira professora da Liga Sergipana contra o Analfabetismo. Colaborou também na “Revista Feminina” editada em São Paulo, escrevendo sobre a necessidade da leitura de jornais, da ampliação da escolaridade feminina e o envolvimento das mulheres em atividades filantrópicas e sociais, para o favorecimento da emancipação feminina. Trabalhou muitos anos como professora particular de meninas e professora da Escola Normal.
Ela colou grau pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1927, após defender a tese “Da sexualidade e da Educação Sexual”. Na tese, defendia a instrução feminina e a importância da educação sexual para as mulheres, bem como salientou a necessidade do prazer feminino nas relações sexuais. Trabalhou no Rio de Janeiro logo depois de formada e exerceu a Medicina como Ginecologista e Clínica geral em um posto de saúde público no bairro da Penha. Na Penha também abriu seu primeiro consultório particular. Nunca mais retornou a Aracaju, falecendo no Rio de Janeiro, em 1984 aos 87 anos.
Dra. Ítala Silva é sempre citada como a primeira médica a graduar-se em Medicina em Sergipe. Embora sergipana, graduou-se na Bahia. Na verdade, as primeiras médicas a graduar-se em Medicina em Sergipe foram quatro, todas da primeira turma (1966) de nossa Faculdade: Lídia Salviano, Simone Matos, Rosa Mendonça e Zulmira Freire Rezende, que também foi a primeira médica a ingressar na Academia Sergipana de Medicina em 1994.

*Dados colhidos no Núcleo de História da Academia Sergipana de Medicina - de Lúcio Antônio Prado Dias, médico, membro da Academia Sergipana de Medicina e do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe.